06 Janeiro, 2020

Publicar um Livro: por onde começar?

Para 2020 preparámos uma série de artigos especialmente destinados a quem sonha publicar um livro pela primeira vez, mas também a quem já se encontra no mercado literário. Enquanto escritor pode aprofundar melhor os seus conhecimentos sobre o processo editorial e conhecer o trabalho dentro de uma editora! Todas as segundas-feiras iremos partilhar um pouco mais da construção de um livro e de como se deve preparar para tirar a sua história da gaveta e finalmente…coloca-la em livro, nas prateleiras das livrarias!

Ao longo de vários artigos, apresentamos-lhe respostas aos temas mais particulares da edição de um livro, ao mesmo tempo que desmistificamos o atual panorama editorial português com importantes perguntas&respostas que servem de ferramenta ao seu trabalho de autor. Prepare o papel e a caneta, ou utilize o seu Ipad para tomar notas essenciais! Queremos que esteja informado e que tenha do seu lado, todas as respostas para se tornar um autor profissional, informado e pro-ativo.

COMECE POR SI MESMO!

Não existe outro ponto de partida. Para se construir um livro, tem que existir uma boa história! Uma que impressione, inquiete e aproxime os leitores das suas personagens. É preciso que quem pegue no seu livro se aproxime de si e consiga penetrar na mensagem que transmite. Independentemente do género de livro que escreveu ou está a terminar, não menospreze o seu trabalho. O autor é o elemento mais importante do processo da publicação de um livro. Para o sucesso da sua história tem que acreditar na sua ideia e perceber essencialmente que ronda tudo à volta de muito trabalho, esforço, trabalho novamente e dedicação. Este é o resume dos nossos conselhos.

Para o sucesso da sua história tem que acreditar na sua ideia e perceber essencialmente que ronda tudo à volta de muito trabalho, esforço, trabalho novamente e dedicação.

Às editoras portuguesas chegam mensalmente centenas de livros. Cada proposta de publicação é assinada por um autor diferente. Significa que depende de si a diferença. A singularidade da história, a originalidade de como tudo acontece está no seu trabalho enquanto autor: mas também a forma como vai profissionalizar, organizar e transmitir esses conteúdos escritos, é o que o vai distinguir dos restantes autores. É preciso aprender a concretizar a sua visão para os leitores: e essa experiência adquire-se através da leitura de outros livros. Ganhe tempo para ler, só assim poderá escrever!

Não desespere se a história ainda não estiver pronta. Todos os artistas precisam da sua pausa. É errado terminar o livro apressadamente. Tome o seu tempo, partilhe o seu original com quem possa fornecer-lhe um bom feedback e tenha segurança no que vai enviar para a Editora. O seu foco é a ideia! Uma boa ideia pode ser amadurecida para uma história única! Não se distraia com áreas que não são a sua. O seu talento é escrever, é por isso que o queremos enquanto autor, deixe as restantes decisões para depois: o importante é termos a sua história do nosso lado.

Este artigo é particularmente especial porque é sobre si!

Comece a sua história. Mantenha-se motivado. E finalize.

Estas são as dicas mais importantes sobre como escrever realmente um livro. A parte mais difícil não é publicar, mas sim escrever. Os livros dependem de si para serem escritos e esse trabalho obriga a muita disciplina. Haverá um processo interativo que intercala as suas primeiras frases, com o seu parágrafo e que dará origem a um e outro capítulo. Tome decisões sobre o tamanho da sua história, as suas ideias, o seu enredo — comprometa-se com a entrega e sobretudo comece por se aceitar a si próprio, enquanto grande aprendiz das suas próprias histórias.

Ser um autor começa aqui. E seguem-se muitos mais temas. Temos uma pergunta curiosa no próximo artigo: afinal o que procuram as editoras?

Precisa de ajuda?

Pode nos contactar através do número ‭211 976 670‬.

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência.

Ao continuar a navegar, concorda com a sua utilização. Saiba mais sobre cookies aqui.