IMG_9865A-o31np3fqa2y0h0s28m6uei810xvotfm8b2mh9cwrq0
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Lauren Lewis

Lauren Lewis (pseudónimo) cresceu rodeada de livros e acredita que quando escreve o mundo torna-se num lugar melhor. Mas, nem sempre foi assim tão simples. Aos sete anos ainda não conseguia decifrar o código escrito, costumava copiar os pequenos textos a partir da caligrafia da mãe. Depois de superar a grande batalha das letras, nunca mais deixou de ler: aos doze anos leu O Monte dos Vendavais e apaixonou-se pela literatura inglesa; aos catorze anos ganhou um prémio da biblioteca escolar por ter sido a aluna com mais livros requisitados e aos dezassete anos percebeu que a sua vida passaria, indiscutivelmente, por fazer alguma coisa relacionada com a língua, com livros e com escrita.

Foram as palavras de Toni Morrison e o dilema de conviver de perto com um suicida que a levaram a querer escrever um romance, porque é o amor que a move em tudo aquilo que faz. A ideia surgiu pela dificuldade enorme de explicar a beleza da vida a alguém que havia desistido de viver. Sem saber como, a história envolveu-a por completo e o que começou por ser apenas uma tentativa de comunicação, tornou-se numa verdadeira viagem. Ouvir várias vezes “o tempo em que estou a ler BLACK HEART é o tempo em que não me corto” motivou-a a escrever mais capítulos e volumes. Mais tarde, quis publicar para chegar a outras pessoas que vivem no silêncio pesado da automutilação, na dor escura do suicídio.

Por agora, o objetivo da autora é que os leitores sonhem com a sua história como ela sonhou com as histórias dos livros dos outros.

OBRAS PUBLICADAS

OUTROS AUTORES

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤