• img-book
    img-book

    O PEREGRINO – na sua história

O PEREGRINO – na sua história

Margarida e Duarte partiram, acreditando que uma vida melhor esperava por eles. Mas será que o que os esperava era, efectivamente melhor? Esta história, tal como a vida, viverá muitas reviravoltas.

14,00

Ler mais tarde
Ler mais tarde

Género:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

SINOPSE

O Peregrino começou por ser uma viagem à história do seu autor e uma homenagem à luta dos seus pais. No entanto, a obra ganhou vida própria e agora fala por si.

Margarida e Duarte largam tudo em busca de uma vida melhor. Consigo levam as poucas coisas que ainda têm, porém carregam no peito a vontade de dar vida aos sonhos que lhes aquecem as noites frias transmontanas. Não possuem grandes bens, mas têm-se um ao outro, e com a força do trabalho, acreditam que vão conseguir. 

Porém, a vida, por vezes, prega-nos partidas e mastiga os nossos sonhos e desejos.

Nito, o único filho do casal, toma o mesmo rumo que a sua família, no sentido de procurar uma vida melhor. Depois de se ver obrigado a sair do seu país e emigrar, Nito descobre uma nova paixão na sua vida, apesar de não lhe trazer o conforto económico que necessita. 55 anos mais tarde, o filho regressa à casa dos pais, onde cresceu, numa peregrinação de volta às suas origens e à realidade da sua infância.

70 anos se passaram desde esta viagem inspirada em factos reais… será que o mundo e a sociedade mudaram assim tanto?

Data da publicação: 23 Outubro, 2020

Páginas: 130

Idioma: Português

ISBN: 978-989-9003-97-2

Depósito legal: 477264/20

Peso: 181 g

CONHEÇA UM EXCERTO DO LIVRO

SOBRE O AUTOR

Nasce a 10 de Janeiro de 1949, na aldeia do Crasto, freguesia de Água Revés, Valpaços. Aos 20 anos começa a procura por uma vida melhor. Espanha, Lisboa e, por fim, Paris. Pelo meio deste percurso e após o serviço militar, casa com Matilde Sousa. Faz da pintura decorativa a sua carreira, e começa a trabalhar por conta própria. Mas só isso não bastava. Inscreve-se em cursos nocturnos das belas artes, e aprende os segredos da pintura e da escultura. Após o falecimento da mãe, expressa a homenagem aos pais e à casa onde nasceu, numa colecção de 18 telas, que baptizou de O Peregrino. Desse mesmo trabalho, nasce este romance de narrativa real com ficção; influenciado pela obra do seu conterrâneo, Miguel Torga; O Peregrino – na sua história. 

PARTILHE A SUA OPINIÃO

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤