-30%
  • img-book
    img-book

    A Cor Do Tempo

A Cor Do Tempo

É o momento de descobrir qual a cor do tempo e só a poesia pode reflectir sobre este tema. São 60 poemas inquietantes que resultam de pensamentos, questões intemporais e alguns episódios autobiográficos. A cor preenche o tempo de cada um de nós. Este é o repto que o autor pretende lançar ao leitor.

15,00 10,50

Ler mais tarde
Ler mais tarde

Género:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

SINOPSE

Quando perguntam qual a minha cor preferida, enrolo todas as palavras; e descrevo-a.

Gosto de me sentar à sombra do calor e sentir o vento − mesmo que seja apenas o assobio de um rouxinol apaixonado. Gosto de me embeiçar pela imprevisibilidade e contar quantas formigas correm atrás de uma migalha de pão. Gosto de passear pela calçada portuguesa e pisar somente as pedras mais escuras, as que formam um padrão. Gosto de conduzir vagarosamente, sobretudo em horas de ponta, e escutar as buzinas de quem vive, constantemente, no «modo sobressalto».

Não sei se é daltonismo ou não mas só distingo a cor do tempo.

Data da publicação: 13 Setembro, 2020

Páginas: 98

Idioma: Português

ISBN: 978-989-9003-55-2

Depósito legal: 471251/20

Peso: 137 g

CONHEÇA UM EXCERTO DO LIVRO

SOBRE O AUTOR

Ricardo Jorge Claudino nasceu a 10 de Abril de 1985 em Faro, transportado por um bando de cegonhas oriundas de Reguengos de Monsaraz. É licenciado em Engenharia Informática e Mestre em Informação e Sistemas Empresariais. Em 2001 inicia a sua actividade profissional como programador informático, a qual exerce até ao presente, tendo passado por várias multinacionais portuguesas e holandesas. Com apenas 15 anos de idade escreve os seus primeiros poemas; mas ficam guardados. Só em 2019 decide acordar a sua poesia e logo participa na antologia A Vida em Poesia IV, publicada pela Helvetia Éditions. Conta também com publicações nas revistas Gazeta Inédita de Poesia e NERVO. A Cor do Tempo é a sua primeira obra publicada.

Paulo Guerreiro

Setembro 15, 2020

Obra poética com sentimento e profundidade. Há poemas que obrigam o leitor a reflectir e a tentar encontrar a origem do pensamento do sujeito poético. Só poderia dar 5 estrelas!
Parabéns ao autor Ricardo Jorge Claudino e à editora Cordel D’Prata!

José Sousa

Outubro 1, 2020

Um escrita puramente mágica!

PARTILHE A SUA OPINIÃO

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤