-30%
  • img-book
    img-book

    As Labaredas dos Mares Amnióticos

As Labaredas dos Mares Amnióticos

A Tua Alma Vista ao Espelho do Universo que não é senão a minha.

Talvez a de Todos Nós, sendo Uma:

Aquela.

13,00 9,10

Ler mais tarde
Ler mais tarde

Género:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

SINOPSE

Este Livro contém alguns Princípios e Meios que, através da Compaixão e do Perdão, apresentam ao leitor, um meio de enfrentar algumas agruras, com alma de guerreiro. É um Livro de Descobertas. De Reflexão: aguento ou não aguento?

A VIDA É UM MAR AMNIÓTICO, com vibrações. 

É a membrana que envolve o embrião da Existência. 

Uma proteção contra agressões exteriores. Por exemplo, feche os olhos e, quando precisar de AJUDA da mãe, não estando ela presente, pode recitar o poema “O Amor de Mãe é infinito”. Funciona sempre. Ou, pode proferir mentalmente o poema da “Boca Humilde” quando estiver a ser provocado. E assim por diante. E o que é Deus? É. Estão também presentes, alguns apontamentos da Vida e da Morte, do Ovo Universal e da Aprendizagem Mútua. 

ESTAMOS SEMPRE EM GESTAÇÃO. Somos viajantes do Universo. Bem hajas, coração!

Espero por ti que me estás lendo, para que, um dia, te possa conhecer e retribuir da mesma forma.

Data da publicação: 12 Setembro, 2020

Páginas: 74

Idioma: Português

ISBN: 978-989-9003-75-0

Depósito legal: 472635/20

Peso: 103 g

CONHEÇA UM EXCERTO DO LIVRO

SOBRE O AUTOR

Octávio Pó, Titão para alguns, nasceu em Moçambique, mas foi elaborado em Gomantak. É o mais velho de sete irmãos. Fez os estudos normais até à frequência em Direito na FDL. Cumpriu o serviço militar. Trabalhou na área da Justiça, no Tribunal de Comarca, e no T.C.R.S., ambos de Santarém. Canta no Coro do Conservatório de Música-Santarém. Apoia jovens necessitadas nos estudos. Filho da Literatura, da Música e da Arte. Iniciado em vários Grupos de Evolução Humana. 

Vítor Hugo Catulo

Outubro 9, 2020

Há livros assim, como as pessoas: pequenos em tamanho gigantes no conteúdo. Depois de lido, e às vezes relendo uma ou outra passagem, acabamos por entender a grandeza da mensagem que o autor, Octávio de Pó, quer transmitir ao leitor: na individualidade de cada um fundimo-nos num todo no ventre da Criação.
Se há livros que fogem aos padrões normais, de leitura fácil e digestiva, este é um deles, pois tem de ser lido com muito sentido numa espécie de exercício de reflexão e de humanidade.

PARTILHE A SUA OPINIÃO

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤