• img-book
    img-book

    O Lago dos Tchapooneiros

O Lago dos Tchapooneiros

A grande diferença entre a rã dos muitos nomes e as suas companheiras do lago é que ela inventou a tchapoonagem, lançando pedras à água, derrubando pedregulhos e pregando partidas. 

Dessa forma, correu à pedrada  a vida parada a que todos estavam sujeitos. 


14,00

Ler mais tarde
Ler mais tarde

Género:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

SINOPSE

O que fez com que a rã desta história tivesse ficado famosa, não foi o facto de ter passado pelas metamorfoses do costume no mundo dos batráquios.  Foi, especialmente, porque no seu lago, fez a diferença. Foi o seu comportamento, o seu desejo de experimentar, de se aventurar, o seu saber fazer. Precisamente por isso, recebeu vários nomes ajustados ao seu percurso de vida.

Num lago de sestas, repousos, espreguiçadelas, relaxamentos e vida de “secas”, a rã  que mudava de nome e nunca parava quieta conseguiu descobriu maneira de animar e mobilizar as companheiras e os visitantes do lago: inventou a TCHAPOONAGEM.  Desencantada com um encantamento no belo palácio que arquitetara e com saudades da anterior vida ativa, precisou de ajuda para voltar ao cimo da água e a uma vida animada e produtiva. Um menino amigo e antigo companheiro de brincadeiras libertou-a, porque soube resolver um desafiante enigma.  Mais uma vez, o lago ganhou vida.

Data da publicação: 30 Junho, 2020

Páginas: 44

Idioma: Português

ISBN: 978-989-9003-81-1

Depósito legal: 475698/20

Peso: 62 g

CONHEÇA UM EXCERTO DO LIVRO

SOBRE O AUTOR

Nasceu numa aldeia do concelho da Guarda em 1950.Na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, fez a Licenciatura em História.Lecionou durante 36 anos as disciplinas de Estudos Sociais, História e Geografia de Portugal e Língua Portuguesa. A sua atividade profissional e a sua apetência pela leitura e escrita, levaram a que escrevesse vários textos integrados em projetos educativos que desenvolveu e dinamizou.Fez um Curso de Jornalismo do CENJOR e teve textos publicados na “Gazeta”. Colaborou e dinamizou o jornal escolar “O CASTELO”.Aposentada, vive na aldeia onde nasceu. Aí, ressuscitou uma horta onde faz crescer”bio histórias” e produtos que idealizou (só alguns, quando S. Pedro e o clima agreste do interior norte permitem).   

Ainda não existem avaliações.

PARTILHE A SUA OPINIÃO

Seja o primeiro a avaliar “O Lago dos Tchapooneiros”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤