-30%
  • img-book
    img-book

    Rusga

Rusga

Depois de várias rusgas interiores, o autor abre as suas janelas e expõe o que sobrou da devassa: retalhos de prosa poética que desertaram para fugir ao confinamento espiritual a que estavam condenados. Palavras desgarradas que se insurgiram para procurar a sua voz.

15,00 10,50

Ler mais tarde
Ler mais tarde

Género:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

SINOPSE

Há livros amplos e claros como avenidas. E há livros estreitos e escuros como túneis, que desenham na espessura do solo uma realidade paralela à das avenidas. É por esses túneis que se movem os contrabandistas, que trocam, deturpam e criam palavras. E, às vezes, sobretudo quando têm de fugir, deixam cair algumas. Depois de várias rusgas a esses túneis sombrios, o autor mostra o que resultou da combinação dessas palavras esquecidas e desgarradas − retalhos de prosa poética, alguns ofuscantes como flashes, outros incómodos como premonições, mas todos plenos de vocábulos desertores, transumantes e insurgentes.

Data da publicação: 6 Setembro, 2020

Páginas: 82

Idioma: Português

ISBN: 978-989-9003-71-2

Depósito legal: 472618/20

Peso: 114 g

CONHEÇA UM EXCERTO DO LIVRO

SOBRE O AUTOR

Desde 1976 a fracassar em várias frentes, precisou de ser pai em 2010 para perceber que era capaz de grandes obras. Actualmente tenta conciliar vários cargos: filho, pai, irmão, marido e médico. Reparte a sua vida entre Leça da Palmeira e a galáxia MACS1149-JD1. Tem contribuído para grandes catástrofes, como o aquecimento global, mas tem-se conseguido manter à margem do Acordo Ortográfico de 1990. 

Pedro Moço

Setembro 16, 2020

Neste livro, cada poema em prosa é um fruto maduro que podemos saborear, ora doce, ora ácido. Mas sempre deixando-nos sumo a escorrer pelo queixo, supremo deleite. São viagens interiores, de uma complexidade tão grande que se tornam simples. São momentos viscerais, interiores, que nos ligam irremediavelmente ao autor ou nos ligam á humanidade como um todo, pois todos partilhamos as mesmas dores e alegrias. Um belo primeiro livro, que recomendo.

PARTILHE A SUA OPINIÃO

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Entre na sua conta
Cordel d' Prata

Aceda aos seus dados, encomendas e wishlists ❤